Caipirinha: da pandemia ao estrelato

A mais famosa bebida brasileira surgiu como um remédio

Uma caipirinha caprichada leva bastante limão, açúcar na medida, uma dose generosa de cachaça e gelo. A receita todo mundo sabe: primeiro, você corta o limão em quatro ou oito pedaços. É importante retirar aquele filamento branco da parte de dentro para a caipirinha não ficar amarga. Depois, você coloca os limões num copo, acrescenta duas colheres de chá de açúcar e dá uma esmagadinha, pode ser até com o cabo de uma colher de pau. Agora vem a cachaça! Coloque uma boa dose, acrescente o gelo, moído ou em cubos, e agite numa coqueteleira. Se não tiver, dê uma misturadinha com uma colher ou palito e, finalmente, sirva com um canudinho. Se quiser, pode colocar umas rodelas de limão para decorar. Está pronto o irresistível coquetel tupiniquim, que no ano de 2018 completou cem anos. Mas a receita mudou durante esse tempo. Antes, usavam mel no lugar do açúcar. E ao invés de gelo, colocavam alho.

Vamos ao ano de 1918, fim da primeira guerra mundial. Qual epidemia se alastrou por todo o planeta naquele ano? Correto! A gripe espanhola chegou ao Brasil a bordo do navio de luxo Demerara, que veio da Europa trazendo passageiros infectados pelo vírus, que desembarcaram em Recife, Salvador e Rio de Janeiro. Em um mês, a epidemia já tinha se espalhado pelo país, matando milhares de pessoas. Na época, os governantes só passaram a levar a doença a sério depois que cadáveres começaram a ser empilhados pelas ruas.

Nível B1

O surgimento da caipirinha está diretamente relacionado à história da cachaça, uma bebida que durante muito tempo foi estigmatizada por ser consumida pelas camadas populares. Assista ao vídeo do Nexo Jornal, da série “É por quilo” e saiba mais sobre o uísque brasileiro.

Saiba mais

Joana Menteleole para o “Brasil de Fato”: https://www.brasildefato.com.br/2020/04/03/gripe-espanhola-a-pandemia-esquecida-que-varreu-o-mundo-em-1918

Dias Lopes para “Veja”: https://veja.abril.com.br/blog/dias-lopes/o-centenario-da-caipirinha/

Ricardo Westin para “Agência Senado”:
https://www12.senado.leg.br/noticias/infograficos/2018/09/epidemia-de-gripe-espanhola-no-brasil-mata-presidente-faz-escolas-aprovarem-todos-os-alunos-e-leva-a-criacao-da-caipirinha

Publicado por Júlio

Professor de português para estrangeiros no Instutito de Romanística da Universidade de Hamburgo, Alemanha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: